Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.
Aceitar e Fechar
 
 

7 curiosidades sobre São Francisco de Assis

São Francisco de Assis é uma das personalidades mais intensas e admiráveis na história da Igreja Católica. Conheça algumas curiosidades sobre a sua vida!

Igreja

10.10.2022 15:13:47 | 5 minutos de leitura

7 curiosidades sobre São Francisco de Assis

Conhecido como protetor dos animais e o "santo dos pobres", São Francisco de Assis (1182-1226) é uma das personalidades mais intensas e admiráveis na história da Igreja Católica. 

Natural de Assis, na Itália, o jovem Francisco viveu uma vida como qualquer jovem da sua idade, que ambicionava conquistar o mundo. Mas um dia, enquanto rezava na Igreja de São Damião, escutou um chamado que mudou completamente a sua vida: "Francisco, vai e reconstrói a minha Igreja!"

No dia 04 de outubro, celebramos a Solenidade de São Francisco de Assis. Para comemorar com você, separamos 7 curiosidades sobre a vida deste grande exemplo de santidade. Continue lendo!


1. Seu nome verdadeiro não era Francisco

Em julho de 1182 nasceu Giovanni di Pietro di Bernardone (João Pedro) em Assis. O nome, escolhido por sua mãe, era uma homenagem à sua devoção a São João Batista.

Porém, como conta a história, a loja de tecidos de seu pai fez tanto sucesso nos comércios da França, que ele acabou decidindo batizar seu filho como Francesco, como forma de se referir a "francês" em italiano. 


2. Renunciou a nobreza para viver a pobreza

Como a grande parte dos jovens de sua época, Francisco adorava a vida mundana. Era apaixonado por luxúrias e abundâncias. Filho de uma família nobre, ele sabia usufruir dos bens materiais proporcionados pela riqueza do comércio de seu pai.  

Além dos modos vulgares, Francisco também almejava uma vida de cavalaria. Chegou até a lutar em duas guerras, mas acabou se tornando prisioneiro. 

Depois de muito procurar o sentido de sua vida, Francisco ouviu o chamado de Deus, que lhe falou através de um crucifixo, enquanto orava na Igreja de São Damião. 

Não se sabe exatamente em que momento Francisco abandonou essa vida para se tornar um fiel a Cristo. Acredita-se que, depois do chamado de Deus, ele passou a olhar para os pobres e mais necessitados com um coração preenchido pela caridade. 

Despido de frivolidades, percebeu que nada mais poderia fazê-lo feliz se não fosse a renúncia daquilo que havia desviado-o do caminho do Senhor.  


3. Conhecido como o jovem rebelde de Assis


Levando uma vida simples, e totalmente diferente da que tinha antes, Francisco começou a utilizar de seus recursos para distribuir roupas e comidas aos pobres. 

Era tido como o jovem rebelde, o louco revolucionário de Assis, pois em suas pregações, Francisco falava de uma vida de simplicidade, vivendo a pobreza do desapego até o extremo. Assim, conquistou seguidores principalmente entre os jovens da nobreza de Assis.

Saiba mais sobre os votos de castidade, pobreza e obediência: tesouros da vocação. Clique aqui!


4. A aparição milagrosa de Jesus e Maria


Francisco nutria um amor e uma admiração indizível pela Mãe de Jesus. Entoava à Maria louvores especiais, orações e afetos.

Certo dia, enquanto os frades dormiam em um pequeno eremitério, Francisco foi despertado por uma luz admirável. No meio dela, viu Jesus Cristo e a Virgem Maria, São João Batista e São João Evangelista, e uma grande multidão de Anjos, que falavam com São Francisco.


5. São Francisco e os estigmas de Cristo



Isolado no monte La Verna, Francisco passou pela mística experiência da crucificação. Durante um jejum de 40 dias, para se preparar para as festas de São Miguel Arcanjo, em 29 de setembro, um anjo deu a Francisco as cinco chagas de Jesus Cristo.  

Um frade que o acompanhava testemunhou: “De repente, ele teve a visão de um serafim, um anjo de seis asas em uma cruz. Este anjo lhe deu o dom das cinco chagas de Cristo”.

Confira alguns pensamentos de São Francisco para te ajudar no seu discernimento vocacional aqui!

6. Santo até na beira de sua morte 


Diferente da maior parte das pessoas, Francisco sabia muito bem como lidar com a morte. Isso porque sabia que era somente uma passagem, uma oportunidade para encontrar Deus face a face. 

Nos poucos dias que ainda restavam até sua morte, passou a louvar ensinando seus filhos amados a louvar. Chegava a convidar para o louvor a própria morte, a quem apelidou de irmã. 

Deitado, à beira da morte, Francisco toma a liberdade de fazer uma celebração. E assim, desta maneira tão humana e divina, ele consola os frades e os encoraja. Antes de partir, encena a Última Ceia que Jesus fez com seus discípulos antes de morrer.


7. Padroeiro dos animais e da natureza


Não é à toa que Francisco ficou conhecido como padroeiro dos animais e da natureza. Entre os votos de pobreza, obediência e castidade, o "pequeno pobre homem" pregava o amor entre todas as criaturas de Deus. 

Seu olhar de compaixão se estendeu para além dos pobres. Sua preocupação era com o mundo, com as pessoas, com as criaturas, considerando tudo como obra de Criação do nosso Senhor.

"Totalmente apegados à pobreza, em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, não queiramos jamais ter nenhuma outra coisa debaixo do céu". Há muito a aprender com a história de vida e conversão de São Francisco. Esperamos ter esclarecido a você algumas curiosidades.

Quer conhecer mais sobre a nossa Congregação? Você pode falar com Irmã Antonia Maria pelo fone/WhatsApp: (11) 951140229, enviar um e-mail para providenciadedeus2@gmail.com ou clicar aqui.
 
Siga as Irmãs de São Francisco da Providência de Deus no Instagram e no Facebook!

Mais em Igreja
 
X FECHAR
Cadastre-se para
conhecer o
nosso carisma

WhatsApp

Fale conosco